O poço que levou à descoberta foi perfurado no prospecto  de exploração Ndungu, nas  águas profundas de Angola, de acordo com uma nota da ANPG a que Angop teve acesso esta terça-feira.O referido poço Ndungu-1 NFW está localizado a aproximadamente 130 quilómetros da costa, cerca  de 10 quilómetros a noroeste do FPSO  de  N’goma-pólo oeste 9 e a cerca  de   2 km do campo  de produção de Mpungi ( FPSO é o navio para a exploração, armazenamento de petróleo e/ou gás natural e escoamento da produção).

Perfurado pelo navio-sonda Poseidon, o poço encontra-se numa profundidade de água  de 1.076 metros e atingiu  uma  profundeza  total de  4.050 metros.

Os dados adquiridos no poço Ndungu-1 indicam uma capacidade de produção, para o fluxo  do poço, de mais de 10 mil barris  de petróleo  por dia.

De acordo com a ANPG, o mesmo poço representa a primeira  importante  descoberta  de petróleo  feita  em Angola dentro  de uma área de desenvolvimento já existente.

O mesmo confirma também a importância  da recente  oportunidade legislativa, com a publicação do Decreto Legislativo Presidencial  nº 5718, de  18 de Maio de  2018, que estabelece o regime  jurídico  sobre  as  actividades  de pesquisas dentro das  áreas  de  desenvolvimento.