fbpx
Advertisements

Avião da Ethiopian Airlines cai com 157 passageiros a bordo

47841867_303.jpg

Um Boeing 737 da Ethiopian Airlines sofreu um acidente quando fazia a ligação entre Addis Abeba e Nairobi, no Quénia. Não há sobreviventes, segundo a companhia aérea, que tem fama de ser uma das mais seguras de África.

Um avião da Ethiopian Airlines, companhia que começou recentemente a operar em Moçambique, sofreu um acidente, este domingo (10.03), quando fazia a ligação entre Addis Abeba, capital da Etiópia, e Nairobi, capital do Quénia.

“Confirmamos que o nosso voo ET 302 de Adis Abeba para Nairobi teve um acidente”, afirmou a companhia em comunicado, acrescentando que estariam “a bordo 149 passageiros e oito tripulantes”. Não há sobreviventes, segundo a companhia aérea, que tem fama de ser uma das mais seguras de África.

Entre as vítimas estão quenianos, etíopes, britânicos, franceses, americanos e canadianos, segundo declarações da empresa.

English: Äthiopien mutmaßlicher Absturzort Boeing 737 Ethiopien Airlines (google.com/maps)Lugar onde caiu o Boeing 737 da Ethiopian Airlines

A Ethiopian Airlines também disse desconhecer ainda as causas do acidente. O Boeing 737 MAX foi entregue no ano passado e é um dos aviões mais modernos no mercado. A Ethiopian Airlines declarou, que não teve conhecimento de problemas técnicos com este avião e que o capitão era muito experiente. Durante o voo, ele terá pedido a permissão para poder voltar pouco antes da queda por causa de problemas.

O avião partiu, esta manhã, do Aeroporto Internacional de Bole, Addis Abeba, tendo perdido o contacto com a central seis minutos depois.

Office of the Prime Minister – Ethiopia

@PMEthiopia

The Office of the PM, on behalf of the Government and people of Ethiopia, would like to express it’s deepest condolences to the families of those that have lost their loved ones on Ethiopian Airlines Boeing 737 on regular scheduled flight to Nairobi, Kenya this morning.

Entretanto, e através da sua conta do Twitter, o primeiro-ministro da Etiópia, Abiy Ahmed, enviou as suas condolências às famílias das pessoas envolvidas no desastre. “O gabinete do primeiro-ministro gostaria de expressar as mais profundas condolências às famílias daqueles que perderam os seus entes queridos no Boeing 737 da Ethiopian Airlines”, lê-se.

Advertisements

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: