Grande entrevista com BOB DA RAGE SENSE “20 ANOS DE CARREIRA”

Robert Montargil da Silva mais conhecido por Bob Da Rage Sense é um artista angolano com nome reconhecido no hip hop lusófono, dono de um discurso revolucionário . Colaborou com nomes como Sam The Kid, Ikonoklasta, Sir Scratch ou NBC, mas foi sempre a solo que se destacou e mostrou que fazia parte de uma certa elite não declarada de liricistas a utilizar a língua portuguesa.

Preparando-se para comemorar 20 anos de carreira com um SUPER SHOW em Luanda no Cine Atlântico, o nosso repórter JASQ esteve e trocou algumas palavras com o BobWhatsApp Image 2019-04-10 at 6.16.05 PM.jpeg

Portal Belvand: Com 20 anos de carreira, cinco (5) álbuns lançados, uma mixtape em colaboração, dois Eps no mercado, vários palcos alcançados, uma enorme legião de seguidores, uma trajetória uma carreira consagrada e muito respeitada a nivel Internacional, já sente a sensação de dever cumprido ou nem por isso?

 BDRS: Sensação de dever cumprido quando olho para trás? Sim, mas estou de olhos sempre postos ao futuro e sinto que tenho ainda muito para dar, enquanto houver paixão pela cultura, saúde mental e criatividade.

Portal Belvand: Qual sempre foi o motivo, a razão das suas composições?

 BDRS: Foram/São varias razões, não tenho uma razão específica, são varias, por exemplo: Frustrações pessoais, condição social do meu povo, estrutura econômica que gera desigualdade, racismo, xenofobia, injustiças e etc, são muitas…

Portal Belvand: Dos teus 5 álbuns, qual deles consideras o mais marcante pra ti?

 BDRS: Diários de Marcos Robert é o meu favorito dos meus álbuns, por mil e um motivos mas não vou enumera-los aqui, precisaria de um dia inteiro para falarmos sobre os pormenores que me fizeram gravar aquele álbum… Eheheh

IMG_6003
Bob Da Rage Sense em concerto Foto de Camille Leon

Portal Belvand: Qual é a tua relação musical Entre portugal e Angola?

BDRS: Muito boa, nos dois países, tenho o meu nome bem assente no cenário cultural de ambos, apesar de nunca ter sido um artista ultra popular, mas sim, tenho noção de que a minha história, o meu legado ninguém poderá apagar, sem falar nos bons amigos e amigas e que são grandes artistas e os meus favoritos consequentemente…

Portal Belvand: Consideras -te um artista de Sucesso? Pk?

 BDRS: Ahahah não, não me considero e nem nunca me considerei um artista de sucesso, considero-me antes um artista realizado. Eu nunca escrevi e cantei para atingir um certo patamar, ter sucesso ou ficar famoso, se isso aconteceu, foi tudo por consequência natural mas ainda assim acho que não aconteceu. Eu construí a minha carreira de forma independente, nunca tive grandes apoios nem nada do gênero, a única coisa que eu sempre presei foi pela qualidade nos meus trabalhos, nada mais, quem ouviu os meus álbuns detalhamente sabe a que me refiro.

Portal Belvand: O que esperamos do proximo trabalho discográfico? Podes nos avançar algumas novidades como: produtores, participações, pra quando sairá? O que podemos esperar deste novo álbum ?

 BDRS: Eu sinceramente nunca faço expetativas dos meus trabalhos, nem gosto que os admiradores o façam mas isso eu não posso nem consigo controlar, mas gostaria que as pessoas ouvissem simplesmente e tirassem as suas próprias conclusões. O SP Deville produziu o álbum todo, eu mudei para Londres e gravei o álbum todo cá, Lisboa/Portugal não me andava a inspirar para fazer música então decidi afastar-me. O álbum conta com apenas 10 faixas e 3 participações, a do próprio SP Deville, do Sir Scratch e do Laton. Não tenho ainda data prevista de lançamento mas o álbum já está todo pronto.

IMG_6007
Bob Da Rage Sense em concerto Foto de Camille Leon

Portal Belvand: Depois da experiência vivida em 2011 na sua volta pra Angola e abarrotando o tão prestigiado palco do cine Atlântico, somando e seguindo o impacto do lançamento lançamento do seu ultimo álbum “Ordem Depois do Caos” na praça da independência, o que esperas deste novo concerto?

 BDRS: A única coisa que eu espero é que o público de HipHop em geral e não só, os meus fãs e músicos também, apareçam no concerto, porque mais do que um show de Rap será um evento cultural, com varias surpresas e quero que as pessoas saiam de lá com a sensação de que alguma coisa foi acrescentada nas vidas delas e não um simples show que ninguém se irá lembrar no dia seguinte.

Portal Belvand: Como foi o processo de seleção dos convidados para festejarem contigo estes 20 anos de carreira?

 BDRS: Isso esteve a cargo da organização , eu sugeri alguns nomes que conheço pessoalmente e com quem já trabalhei mas o resto ficou a cargo da organização do evento.

Portal Belvand: Para terminar, site – nos um top top cinco (5) dos artistas da nova ou da velha escola que mais ouves no rap feito em Angola?

 BDRS: Sinceramente eu não tenho acompanhado mesmo quase nada do que se tem feito em Angola e prefiro não inventar, os que eu tenho ouvido gosto muito, para além de todos os elementos do Projecto Ascensão, os meus preferidos são o Sentinela e o Phedilson, existem uns putos também que me chamaram a atenção que são os B-Ünik, falando da nova escola e da velha escola só mesmo o Celder Augustus e o Denexl, o resto infelizmente, das duas uma, ou eu ouvi e não gostei ou simplesmente não estou a par.

Portal Belvand: Uma dica para os seus fieis admiradores?

 BDRS: Apareçam no concerto do dia 20 de Abril no Atlântico, quem me conhece bem sabe que eu não decepciono os meus admiradores. One Love!

IMG_6002
Bob Da Rage Sense em concerto Foto de Camille Leon

Leave a comment

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: