Médico é acusado de injectar HIV em 90 pacientes no Paquistão

hiv-virus-in-pink.jpg

De acordo com a AFP, pelo menos 90 pessoas, incluindo 65 crianças, foram injectadas com HIV no sul do Paquistão depois que um médico usou uma seringa contaminada, disseram autoridades na sexta-feira.

Segundo as autoridades, o médico usava a mesma seringa para injectar medicamentos nos pacientes, informou a polícia local. Segundo a fonte, o próprio médico era soropositivo.

As autoridades foram alertadas pela primeira vez na semana passada, depois que 18 crianças que moravam na periferia de Larkana obtiveram resultados positivos para o vírus da SIDA.

“O sangue dos pais das crianças infectadas também foi analisado, mas os resultados deram negativo”, indicou Azra Pechuho, ministra de Saúde da província de Sindh.

O Paquistão é considerado um país com baixa prevalência de HIV. Mas a SIDA está a aumentar, principalmente entre usuários de drogas, profissionais do sexo e imigrantes de países do Golfo.

Leave a comment

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: