fbpx
Advertisements

Meek Mill questiona: “Porque que a mídia nos EUA nunca fala sobre as tragédias africanas?”

meek-mill.jpg

O rapper norte-americano Meek Mill usou a sua conta do Twitter para solidarizar-se com os moçambicanos depois da tragédia causada pelo ciclone Idai, e aproveitou para questionar o porque da indiferença por parte da mídia dos EUA com as tragédias que acontecem em África.

Moçambique está a viver a pior tragédia humanitário da sua história mas mesmo assim a mídia estrangeira pouco comenta sobre o assunto. Até o momento são mais de 700 mortos pelo ciclone que devastou o país na última semana e afetou centenas de milhares de pessoas, que perderam suas casas ou plantações.

Por conta disso, o rapper Meek Mill recorreu as redes sociais para questionar o ‘silêncio’ da mídia dos EUA sobre o assunto:

“Porque a mídia não fala sobre a tragédia de Moçambique?”, questionou Meek levando milhares de fãs a debaterem sobre o assunto.

 

O ciclone Idai atingiu a cidade portuária moçambicana de Beira com ventos de até 170 quilômetros por hora perto da meia-noite de 14 de março, depois rumou para o continente na direção do Zimbábue e de Malawi.

As autoridades actualizam diariamente o número de mortos, que nesta segunda chegou 761 entre os três países — 446 em Moçambique, 259 no Zimbábue e 56 no Malawi. O número de mortos para Moçambique é “muito preliminar”, disse o ministro do Meio Ambiente Celso Correia. Ele prevê que ainda irá aumentar, mas considera que a situação esteja mais organizada no momento.

O número de pessoas em acampamentos improvisados subiu de 18 mil para 128 mil desde domingo, a maioria deles na área de Beira, informou a agência Reuters.

Advertisements

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: