Moçambique novamente devastado por Cilone

safe_image-1.jpg

Uma pessoa morreu com a queda de um coqueiro na cidade de Pemba, 90 por cento das casas foram destruídas no distrito de Ibo, onde 15 mil pessoas estão sem tecto devido à passagem do ciclone Kenneth pela província moçambicana de Cabo Delgado.

A informação, segundo a VOA, é do Comité Operativo de Emergência (COE) daquela província, que revela que “neste momento o sistema já dissipou e encontra-se numa fase de sistema de baixas pressões com ventos de cerca de 80 quilómetros por hora”.

A nota acrescenta que as bacias ainda se encontram estacionárias, com capacidade de absorção, de água.

Na cidade de Macomia, o ciclone destruiu bancos, bombas de gasolina, um “alto número de casas” e maior parte das pessoas refugiou-se nos locais seguros previamente identificados.

O distrito de Ibo terá sido um dos mais afectados, com o COE a indicar que 90 por cento das casas foram destruídas e cerca de 15 mil pessoas estão ao relento.

Aquele órgão revela ainda que, nesse distrito, “há falta de tendas, comida e água”.

Em Palma, nove casas foram destruídas, enquanto em Muibumbe duas habitações também não resistiram.

Até agora, ainda de acordo com o COE, não há estragos reportados em Mocímboa da Praia.

“Nos locais seguros existem ainda centenas de pessoas, que foram e estão a ser assistidas, mas reportam a necessidade de panelas, saneamento, e disponibilização de água, e algumas destas pessoas já começam a regressar às suas casas”, acrescenta aquele Comité, que continua a avaliar os danos.

Leave a comment

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: