fbpx
Advertisements

“Mulher branca não deve ter cabelo afro-americano”. Penteado de ministra gera polémica

A polémica estalou quando, numa foto oficial do governo Löfven II – formado a partir das eleições legislativas suecas de 2018 -, uma ministra aparece com as suas rastas loiras apanhadas em puxo ao lado dos colegas.

Com 38 anos, Amanda Lind é agora ministra da Cultura e Democracia da Suécia e dirigente do MP, partido do meio ambiente Os Verdes, que representa desde 2016. No entanto, o perfil “arrojado” da ativista, que é também amadora de jogos de representação e amante de banda desenhada, tem gerado críticas entre outros políticos, que a acusam de não ter uma personalidade adequada para o cargo.

Segundo o jornal francês “Le Monde”, Amanda é também acusada de homenagear ex-ministros do seu partido, incluindo Mehmet Kaplan, responsável pela pasta da habitação e desenvolvimento urbano, que foi forçado a renunciar em abril de 2016 depois de comparar israelitas a nazis e ter aparecido ao lado de ultranacionalistas turcos.

Advertisements

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: