fbpx
Advertisements

Nunca fui gestora da Semba Comunicação – Tchizé dos Santos

52902830_1272018222945930_5242120031306776576_n.jpg

 A meu respeito só tenho uma única frase a dizer: A verdade vencerá e nos libertará.

“Ninguém pode ser castigado por ser querido por muitos”

Com tudo o que já disse nos últimos dois anos, se houvessem provas de que eu estive envolvida em decisões que estão fora da lei, já estaria presa há muito tempo. Vontade não lhes falta.

Repito: A meu respeito, a verdade vencerá e me libertará. (Não falo por mais ninguém. Para este efeito, apenas sei de mim)

Ainda sou jovem e tenho toda a vida para provar quem sou.

A vida também provará a índole e as práticas de quem hoje me persegue.

A verdade tarda, mas nunca falha e o tempo deixará claro quem foi e quem é cada um de nós.

Ninguém pode fugir do seu passado e a lei do retorno existe, para o bem e para o mal, por isto estou confiante no futuro, porque o meu passado é igual ao meu presente: o de uma mulher que fez e faz sempre o bem e levanta outros angolanos consigo em tudo o que faz.

Cada um que mostre a sua obra e os resultados concretos dela. Mostre quem ajudou, quantos empregos gerou, quantos quadros tornou que hoje produzem de facto para a economia e quando.

Falar é muito fácil. Mostrar os feitos é que já não é para todos.

A verdade me libertará.

Obs: Quando me difamam de estar a fugir à justiça por supostas decisões e crimes fabricados para mim e que me tentam Imputar por puro MEDO da “minha boca” assertiva em matéria do que devia evoluir na política contemporânea angolana, esquecem de dizer que não fui nunca gestora da SEMBA Comunicação, nem nunca lá trabalhei e sou sim apenas sócia minoritária com uma quota de 25% das ações). Também não sei onde ficam sequer as instalações nem da SEMBA, nem do GRECIMA.

Também não tenho conhecimento que a SEMBA esteja a fazer outra coisa do que cumprir os seus compromissos com os seus clientes e colaboradores, dentro da lei.

Parem de ter medo de não serem os únicos brilhar. Habituemo-nos à Democracia.

No coração de cada angolano manda o seu dono. Ninguém é amado por decreto e ninguém pode ser castigado por ser querido por muitos.

Welwitschea dos Santos “Tchizé”

Advertisements

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: