fbpx
Advertisements

Tchizé dos Santos: “Nada justifica disparar contra uma mãe de família desarmada”

tchize-1-750x430.jpg

Depois da morte da zungueira na zona do Rocha Pinto, em Luanda, as reacções não se fizeram esperar. Nas redes sociais os angolanos, um pouco espalhados pelo país, vão endereçando as condolências à família enlutada e repudiam a actuação da Polícia, que uma vez mais, fica manchada com a morte gratuíta de uma cidadã que buscava pelo sustento da sua família.

A deputada Tchizé dos Santos, tal como noutras ocasiões, também juntou-se a essas vozes. Atravês da sua página no Facebook, a deputada pelo MPLA endereça as suas condolências à família enlutada, entre os filhos um jornalista da UNIA, “que perdeu a sua mãe alegaramente morta por um polícia por vender produtos na rua, o que causou revolta popular e um tiroteio sem precedentes com queima de pneus e das instalações da administração do Prenda, ocorrido ontem no Rocha Pinto em Luanda”.

Segundo afirma, é necessário colocarmos todos a mão no coração e passemos a priorizar o que é de facto mais urgente, que é arranjar soluções para que estas mães tenham como sustentar os filhos sem correr risco de vida, num país onde os índices de desemprego subiram vertiginosamente no último ano, pois uma casa não se constrói pelo tecto. Priorizemos as famílias com filhos que não têm o que comer. A meu ver a proibição de vendas na rua só deveria vir depois disso.

“A vida desta cidadã não volta mais e ninguém poderá reparar os danos emocionais para a sua família”, sublinha.

“Que a alma da nossa compatriota, mãe como nós, descanse em PAZ e que seja feita alguma coisa que este tenha sido o ÚLTIMO caso de tantos trágicos incidentes entre a polícia e cidadãos civis desarmados em Angola. RIP”.

Advertisements

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: